Associações do Risco nutricional com tempo de internamento e complicações hospitalares: estudo em pacientes de ginecologia do NE do Brasil

Autores/as

  • Rita de Cássia SANTOS DE OLIVEIRA
  • Bruna Lúcia MENDONÇA SOARES
  • Regiane MAIO
  • Andresa Mayara da Silva SANTOS
  • Maria Goretti Pessoa de Araújo BURGOS

DOI:

https://doi.org/10.12873/404goretti

Palabras clave:

Risco nutricional, NRS 2002, tempo de internamento, ginecologia

Resumen

OBJETIVO: Identificar o risco nutricional em pacientes admitidas na clínica de ginecologia e associá-lo ao tempo de internamento e às complicações hospitalares.

MÉTODOS: Estudo transversal, com amostra de conveniência, realizado no período de 6 meses, pacientes de ginecologia (mulheres adultas e idosas). A avaliação do risco nutricional foi realizada nas primeiras 48 horas da admissão utilizando-se a Triagem de Risco Nutricional 2002 – Nutritional Risk Screening 2002 (NRS 2002) adaptada por Hertlein et al. para pacientes de ginecologia. O tempo de internamento (em dias) correspondeu à diferença entre o dia da admissão e o da alta hospitalar, e as complicações foram transcritas do prontuário diariamente para cada paciente. Para análise estatística foram usados os testes qui-quadrado de Pearson, Teste exato de Fisher, Teste de Mann-Whitney e coeficiente de correlação de Spearman, O valor de p<0,05 foi considerado estatisticamente significante. 

RESULTADOS: Foram estudas 111 pacientes≤ 60 anos (73%), com 32,4%em risco nutricional. Deste grupo, 88,2% tinham ingestão alimentar <50% que o habitual, 70,8% apresentou perda de peso significativa nos últimos seis meses, 53,7% tinham neoplasias, 75% tinham o IMC<20,5 e 21,8% foram tratadas cirurgicamente. Foi verificada correlação positiva e significativa entre o risco nutricional e o tempo de internamento (r=0,392; p<0,001). O risco não esteve associado à faixa etária e presença de complicações hospitalares. 

CONCLUSÕES: Um número significativo de mulheres estava em risco nutricional, o que sugere a importância deste diagnóstico em pacientes de ginecológicos. Este risco foi associado com maior tempo de hospitalização.

 

Publicado

2020-12-15

Cómo citar

SANTOS DE OLIVEIRA, R. de C., MENDONÇA SOARES, B. L., MAIO, R., SANTOS, A. M. da S., & BURGOS, M. G. P. de A. (2020). Associações do Risco nutricional com tempo de internamento e complicações hospitalares: estudo em pacientes de ginecologia do NE do Brasil. Nutrición Clínica Y Dietética Hospitalaria, 40(4). https://doi.org/10.12873/404goretti

Número

Sección

Artículos originales